3 de out de 2006

Triste Música

Ultimamente, o mundo da música está triste. Triste pois o novo já soa velho e o velho soa novo. No Brasil, 3 anos que temos o mesmo pessoal celebrados como os melhores em todas as premiações do mainstream. No underground, existe a mesma cultura indie que tenta voltar mais não volta, não sendo culpa das tendências black & funk, Emo ou Pop.
Um dia a tristeza tomou conta com o Nirvana. Mas era uma tristeza que fez pensar e refletir dentro de um cenário adolescente o que só se alastrou: a falta de obejtivos para o jovem. E penso desde sempre que a música é reflexo disso. Não só o Rock. Pois mesmo na época de 60 e 70 outros ritmos mudavam e transformavam idéias.
Mas o que existe hoje? Na minha opnião existe tristeza, para alguns é um momento de retração, como acontece com uma estrela antes de desaparecer. Talvez ainda exista algo que faça sorrir novamente. Enquanto isso, fico com a Tristeza de antes.

Em tempo: "Nevermind" 15 anos e Iron Maiden com um disco novo muito bom e de sucesso.

Sem tempo: Aonde está o Rap no mundo? Sumiu e virou um Funk diferenciado?