2 de abr de 2010

He’s on fire!

Na época dos vídeo games de 16-bit com Super Nintendo e Mega Drive, muitos jogos de basquete foram lançados e poucos fizeram sucesso. Muitos pela falta de realismo das partidas, outros pelos controles ruim e muitos pela falta de diversão quando eram analisados vários aspectos ao mesmo tempo. Quando a geração 32-bit chegou, houve uma sensível melhora nos títulos, mas definitivamente o único que conseguiu boa aceitação nesta troca de gerações foi a série NBA Live, desenvolvida pela Eletronic Arts.

NBA Live era um bom simulador de jogos de Basquete, mas era muito preso e não permitia jogadas magicas. E nisto a série sempre falhou: proporcionar a magia do basquete disputada nas quadras da américa pelo melhores jogadores do mundo.

Voltando a época dos 16 bits, um jogo que conseguiu atrair a atenção de muitos jogadores foi o divertidíssimo NBA Jam, que originalmente era um jogo de arcade da Midway que foi adaptado pela Acclaim, mesma distribuidora dos jogos Mortal Kombat para consoles. O controle simplificado e a falta de regras, fazendo que o jogo no ginásio lembrasse uma partida de basquete de rua disputado por super-heróis, fez a alegria de quem realmente gostava do esporte da bola ao cesto.

Mas muita coisa mudou: NBA Jam não empolgou os jogadores da geração 32-bit, a Acclaim fechou as portas em 2004 e a Midway não fez nenhuma versão para consoles da última geração PS 3, X-Box e X-Box 360 e GameCube. Mas, a EA Sports viu que a saga tem ainda potencial  para fazer jogos legais e aposta suas fichas em uma nova versão, desta vez para o Wii. E com a experiência em produção de jogos para a série Live, devemos ter algo bom pela frente.

A pergunta que fica é se o jogo terá o mesmo potencial das antigas versões. Eu gostaria que sim. Afinal de contas, que nunca se arrepiou de fazer uma enterrada maluca e ouvir o narrador gritar “Boom Shaka Laka!”, "Wild Shot!" ou “He’s on fire!”. Pelo trailer, o gameplay não deve apresentar muitas mudanças, o que já é muito bom para este novo jogo da série.

E ai, gostaram?