19 de out de 2009

Formula 1 em resumo – Corrida de Interlagos

Excelente a corrida de ontem em Interlagos. Corrida de automovel que proporciona disputa entre equipes e pilotos, onde existe embate não pode ser considerada uma corrida ruim. E definitivamente não foi. Porém, cabe a ressalva que isso ocorreu porque o grid estava embaralhado devido a chuva de Sabado, que fez varios carros rapidos largassem das últimas filas.

Houve inumeros personagens nesta corrida, como Button passando todo mundo e fazendo uma corrida de campeão; Hamilton mudando estratégia e imprimindo um ritmo de corrida muito rapido mesmo com o tanque cheio; Kamui Kobayashi mostrando espirito de GP2, dando “xis” no Button e fazendo uma ultrapassagem ousada no pobre do Fisichella no final da corrida; o Barbeiro Nakajima e o brigão do Trulli, que na confusão com Sutil tiraram o Alonso de uma corrida que ele provavelmente não iria fazer nada mesmo.

(Alias, Nakajima e Sutil/Trulli/Alonso me fizeram observar como o Interlagos é um circuito perigoso. A pista é estreita demais e falta em varios lugares proteção melhores para evitar acidentes mais graves. Na resta oposta e subida para o laranjinha falta muros e cercas de proteção. Como eu fiquei com medo do carro do Nakajima e do Grosjean na sexta voar por cima daqueles guard rails…)

Só que personagem mesmo da corrida é o Raikkonen. Ele é rapido com um carro ruim, quase buscou a segunda posição na largada, levou um toque do Sutil, ficou em terceiro até o final da reta oposta, ao fazer uma barberagem ao bater no carro do Webber (o que causou todas as outras confusões da corrida). Foi para último lugar e na volta a pista, levou um banho de combustivel devido a mangueira de combustivel levada pelo carro do Kovalainen, lembrando muito Massa em Cingapura, o que ocasionou quase que instantaneamente o carro pegar fogo. Mesmo rapidamente, a imagem assusta.

Para ilustrar a parte mais interessante desta corrida, o inicio, peguei este video abaixo que do Velocidade da Barbara Franzin e Anderson Costa

E o Barrichello? Bom, Barrichello fez o possivel. Não teve a sorte de outras corridas, mas foi muito competente na sua pilotagem e teria tudo para terminar no pódio esta prova. Agora resta ele lutar pelo vice-campeonato. Mas uma coisa me intriga. Muitos dizem que Barrichello não poderia ser campeão. O Campeão deste ano só tinha uma vitória antes desta temporada e estava indo para fila do desemprego junto com o próprio Rubens. Porque o Button mereceria e o Rubinho não? Isso eu vou tentar explicar no segundo post sobre Formula 1, sobre o campeonato e sobre esta temporada totalmente maluca deste ano.

Google+



Site Meter